sexta-feira, 1 de outubro de 2010

AVIAÇÃO + PROFISSIONAL DO FUTURO + VOCAÇÃO/PAIXÃO + MOTIVAÇÃO = O QUE VOCÊ ESTÁ ESPERANDO???

- Você viu a reportagem que diz ser o mecânico aeronáutico um dos profissionais do futuro?????
- Você está com dúvidas sobre qual carreira profissional iniciar, ou até mesmo, qual novo caminho profissional começar (o meu caso)?????
- Você gosta da Aviação?????
Bom, caso a primeira resposta seja "NÃO", você poderá ler tal matéria logo abaixo, clicando em "MAIS INFORMAÇÕES".
A segunda pergunta é subjetiva. Cada um tem a sua.
Porém, a terceira precisa de um esclarecimento. - Não basta "gostar" da Aviação. Tem que amá-la.
Explico.
A aviação necessita de pessoas com 3 grandes características:
- dedicação
- responsabilidade
- disciplina
E pode ter certeza que aqueles que apenas "gostam" da Aviação, não prosperarão em carreira alguma, pois é preciso se apaixonar cegamente por ela.
O momento atual para se entrar numa carreira profissional da aviação é muito boa, principalmente na manutenção aeronáutica, uma das mais belas e importantes profissões da sociedade, mas se você não tiver TODAS as características citadas acima, nem tente.
Ahhhh, e tem mais!!!
Se pensares em ganhar muito dinheiro, e rápido, com essa carreira,esqueça!!!!!
Isso mesmo!
Você vai ser cobrado;
Vai ter uma enorme responsabilidade;
Vai ter que seguir rígidas normas;
Não vai ficar rico, etc etc
MAS serás feliz!!!!! E isso só se explicará se tiveres paixão pela aviação. Não bastará apenas "gostar", você terá que amar cegamente.

Vejam o vídeo abaixo onde exaltamos o ato de "Voar". Percebam que, realmente o ato de "Voar” é como “Sonhar", algo sensacional, onde apenas degustamos o momento. "Fazer Voar” é propiciar o sonho. Contudo, para realizarmos/propiciarmos algo, "nunca devemos parar de sonhar".
Durante o voo, apenas degustamos o momento; mas ao trabalharmos para fazer voar, participamos desse momento.
"Voar é mais fácil que fazer voar"

Grande abraço a todos,
Heinz Burda Filho
Para aqueles que quiserem ler a reportagem sobre o profissional do futuro, clique em MAIS INFORMAÇÕES logo abaixo.

PROFISSIONAL DO FUTURO DEVE FOCAR O CÉU E A TERRA
Recém saído da adolescência, Rogério Amaral espera que a parceria entre o setor de aviação executiva da TAM e a Prefeitura de Jundiaí, no interior de São Paulo, saia do papel. A empresa aérea e o poder público municipal já encaminharam estudos ao MEC (Ministério da Educação) para a criação de um curso técnico de mecânico de aviões.
Tanto Rogério quanto a TAM sabem do potencial da profissão e da falta de gente especializada para trabalhar em um mercado que voa em velocidade de cruzeiro - só para citar como exemplo, a empresa aérea mantém na cidade do garoto uma oficina com capacidade para dar manutenção a 90 jatos executivos, particulares e públicos, por mês, e de onde, como seus executivos costumam dizer, taxiam aviões com passageiros que integram boa parte do PIB nacional.
"Já li diversas vezes em jornais sobre a criação de um curso técnico para trabalhar em oficina de aeronaves. Como sempre fui um apaixonado por aviões, espero que as aulas comecem logo", afirma Rogério. "Quem sabe no futuro não serei eu mesmo quem vai dar manutenção no meu próprio avião?", almeja o garoto, que talvez consiga fazer sua matrícula em 2011, se o planejamento feito até agora for cumprido.
Mas sonhar alto não significa precisar tirar os pés do chão. Não há dúvidas que com a onda de sustentabilidade no planeta, aquele que meter a mão no lixo tem tudo para ser um profissional de sucesso daqui alguns anos. Mas não olhe o carroceiro de papelão que passa à sua frente hoje como o milionário de amanhã. Ele faz parte de uma cadeia planejada pelo lixólogo, ou gestor de resíduos, como esse executivo gosta de ser chamado.
Esta é uma das carreiras com potencial de sucesso elevado, segundo estudo realizado pelo Ieat (Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares), da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), que fez um ranking com 80 profissões com chance de alta empregabilidade - nanotecnologia e especialidades em ética são outros campos bem cotados na pesquisa.
A consultoria britânica FastFuture também promoveu recente estudo sobre profissões com potencial no futuro em 58 países e numerou 107. Algumas curiosas são: cirurgiões que conseguem ampliar a memória de seus pacientes, policiais do clima e guias turísticos espaciais.
Durante a apresentação do ranking da UFMG, Carlos Brandão, diretor do Ieat, afirmou que o estudo apontou a necessidade de um profissional flutuar por mais de um campo do conhecimento.
E aí o Brasil tem uma grande questão para resolver. Recente manchete do jornal norte-americano Miami Herald apontou que a fraca educação no país impede que ele se torne uma potência global. A reportagem do jornal norte-americano afirmou que grandes empresas desistiram de fazer investimentos no Brasil pela falta de mão de obra especializada. E que outras chegam a importar profissionais.
Portanto, se você não quer ver um gringo sentado na vaga que deveria ser sua, fique atento a algumas profissões com futuro promissor:
Mecânico de aeronaves
Anote alguns números antes de pensar em colocar a mão na graxa. Só nos aeroportos administrados pela Infraero, são dois milhões de pousos e decolagens por ano, com trânsito de 113 milhões de passageiros. Existem inúmeros cursos particulares técnicos e também ensino superior tecnólogo em São Paulo, Minas Gerais e no Paraná.
Economia agroindustrial
Curso de ciência econômica para auxiliar na gestão do agronegócio, segmento que tem firmado o país como potência.
Gestão de resíduos
Acompanha a emissão e dá soluções para eliminação de resíduos em vários segmentos, desde o orgânico que produzimos em casa, até químicos, industriais e da construção civil.
Nanotecnologia
O nanotecnólogo é capaz de projetar microrrobôs para as mais diversas finalidades, de explorações geológicas a operações no corpo humano. E o nanocirurgião irá operar esses nanorobôs para realizar intervenções cirúrgicas.
DJ
Instituições como o Senac há anos mantêm cursos técnicos para formação de DJs. Mas já há graduação superior (a Faculdade Anhembi Morumbi é uma que aposta neste mercado). Com duração de dois anos, a formação vai muito além de garantir o batidão das baladas. O profissional de música eletrônica tem mercado para produzir arranjos, realizar gravações, mixagens e masterizações para músicos e cantores, produzir trilhas sonoras e garantir o som de eventos.
 FONTE: Yahoo Brasil, por Fábio Pescarini


5 comentários:

Lito disse...

Coloquei um link no Aviões e Musicas para este post Heinz. Abraço.

Caio disse...

Amigo QUE BELO TEXTO.Para mim a aviação é tudo,por mim nem ganharia dinheiro para realizar tal profissão... A aviação.....Esse texto me motivou mais ainda a seguir a carreira.PAZ E ALEGRIA.

Heinz Burda Filho disse...

Lito, valeu pelo link. Vááários leitores seus estão passando por aqui.

Gde abç a todos,
Heinz

Heinz Burda Filho disse...

Caio, grande abraço pra ti. Muito sucesso e vamos aos estudos.

José Carlos Fernandes Pereira disse...

Boa Heinz! Muito bem colocado em seu texto a essência de que trabalha com amor na aviação.
Abraço.