domingo, 27 de março de 2011

CTM - CONTROLE TÉCNICO DE MANUTENÇÃO

Pessoal, um tempo atrás trouxe aqui uma postagem do blog do Prof Fernandes acerca do CTM (reveja aqui). Agora, a pedido do amigo-leitor Daniel (feita lá no meu orkut) e em decorrência de eu ter acabado de concluir um curso sobre o tema, trago novamente uma postagem sobre essa função tão importante para uma empresa de manutenção aeronáutica. (Leia abaixo clicando em MAIS INFORMAÇÕES)


1 - O que é o CTM?
É um sistema destinado ao controle técnico de manutenção que resume os itens que controlam a aeronavegabilidade no ciclo de vida de uma aeronave.

2 - Qual a finalidade do CTM?
Sua finalidade básica é a de apresentar um panorama da condição geral de aeronavegabilidade de uma aeronave através do controle sistemático dos documentos e das peças vitais tais como; conjuntos rotativos (em asas rotativas), motores, sistemas e partes da célula que podem comprometer a segurança de voo. Também será necessário que seja incluído um controle da documentação da aeronave, das peças, dos componentes e motor(es) bem como a sua rastreabilidade.

3 - O que o CTM deve informar?
I) A periodicidade (controle de potencial) dos componentes controlados por hora de voo, calendário ou ciclos de utilização.
II) A rastreabilidade dos componentes controlados.
III) A periodicidade das manutenções preventivas. Isso inclui os tempos entre revisões para os componentes da célula, motor e sistemas sejam eles com vencimento por TBO, SSL ou ciclos e as trocas sistemáticas dos itens considerados de consumo.
IV) As revisões e inspeções que foram realizadas sobre os componentes e sistemas da aeronave e os próximos vencimentos.
V) A aplicação dos boletins de serviço, das diretrizes de aeronavegabilidade ou dos documentos semelhantes, cartas, telex, fax, etc., emitidos pelo fabricante da aeronave, de componente ou de sistemas.
VI) O controle da documentação emitida pelo fabricante da célula e do motor.
VII) O controle dos ensaios não destrutivos (END) como os ensaios de líquido penetrante, partículas magnéticas, raio-x, etc.
VIII) O controle das taxas e emolumentos pagos aos órgãos legais e outros dados técnicos ou administrativos em função do tipo de aeronave controlada.

4 - Por que o CTM é de vital importância hoje em dia para as empresas de manutenção?
Por causa da enorme quantidade de itens controlados que uma aeronave possui, o CTM é uma ferramenta que nos ajuda a fazer com eficiência esse controle.

5 - Quais são as tarefas executadas por um Controlador Técnico de Manutenção de Aeronaves?
A seção de Controle Técnico de Manutenção, dependendo da estrutura da empresa, normalmente tem as seguintes funções: 
1. Organiza e mantém atualizada a biblioteca técnica da empresa;
2. Efetua o controle de assinaturas da documentação técnica.
3. Faz pesquisa diária das diretrizes de aeronavegabilidade e de boletins de serviço;
4. Atualiza as fichas de inspeção relativas aos planos de manutenção das aeronaves;
5. Mantém arquivos e atualizar informações do pessoal técnico da empresa;
6. Registrar e manter atualizado o controle de manutenção preventiva das aeronaves.
7. Emitir relatórios dos diversos controles feitos pela seção de CTM. A sigla CTM originou-se da atividade de controlar a manutenção das aeronaves.
Ou seja, da função de se criar um histórico da manutenção preventiva estabelecida pelos fabricantes de aeronaves e motores e através dela planejar as atividades de manutenção em função de vencimento de peças e componentes por horas de utilização, ciclos de utilização ou por calendário (quando a aeronave não atinge certo número de horas vôo num período de tempo determinado) além da aplicação das diretrizes de aeronavegabilidade e dos boletins de serviço emitidos pelo fabricante das aeronaves e motores. O CTM dentro de uma empresa não pode cometer erros e precisa ter um desempenho regular. Por exemplo, se um erro na contagem de tempo de um componente acontece, duas situações podem ocorrer: se o erro foi para menos o operador troca um componente com disponibilidade e tem prejuízo financeiro. Se o erro for para mais, a aeronave voa com o componente vencido o que vai afetar a sua segurança de vôo. Em qualquer caso o CTM é o responsável pelo problema. Há alguns anos não existiam os programas de computadores e a tarefa do CTM era totalmente manual. Normalmente se usava um fichário e as anotações eram feitas a punho ou com uma máquina de escrever. Porém, hoje contamos com diversos softwares que nos auxiliam como as planilhas eletrônicas tipo o Excel ou programas dedicados feitos especialmente com a finalidade de controlar a manutenção de aeronaves. Muitos usuários também desenvolvem seu próprio programa com a ajuda de um profissional de informática. A atividade de CTM vai muito além do que normalmente se imagina. É a partir do CTM que se faz o planejamento da manutenção, determina-se o estoque ideal para atender as aeronaves e tem um papal importantíssimo nas auditorias da empresa, além é claro de controlar a manutenção das aeronaves. Por ser uma atividade tão importante dentro de uma empresa aeronáutica o CTM começa a exigir profissionais gabaritados com conhecimento em língua inglesa, formação especializada, noções de qualidade, organização, conhecimentos de informática, que saiba trabalhar em equipe e saiba se relacionar bem com o grupo. Hoje o CTM é fundamental dentro de uma empresa aeronáutica para os operadores que queiram manter suas aeronaves disponíveis e pelas oficinas de manutenção que queiram oferecer um serviço com alto padrão de qualidade e de segurança aos seus clientes.


*** Baixe AQUI um modelo de programa de CTM com base no Excel.
Fonte: Curso de CTM da Heliways (Instrutor Marcos Ramon) *** EXCELENTE CURSO

2 comentários:

sergio disse...

TV Digital com 500 canais sem mensalidade www.tvhd.com.br

Anônimo disse...

Qual a função de um Aprendiz Legal na área aeronaltica no Setor do CTM?