segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

FATORES HUMANOS NA MANUTENÇÃO

Pessoal, li esse artigo num saite da TAM que trata do "Flight Safety" e achei interessante trazer aqui para o blog. Boa leitura...
O treinamento dos técnicos de manutenção se centra não apenas nos sistemas das aeronaves, mas também nos processos de consulta e interpretação das publicações técnicas. 
(clique em MAIS INFORMAÇÕES  para realizar a leitura do artigo)
Como toda atividade intensa de mão de obra, a manutenção de aeronaves está sujeita aos erros humanos, que, na realidade, podem ser classificados como erros ou falhas de procedimento.
Falhas de procedimento porque a grande maioria das aeronaves de médio e grande porte dispõe de manuais de manutenção bastante pormenorizados, que servem de guia para a maior parte das tarefas de manutenção.
A crescente evolução tecnológica nos projetos de aeronaves de terceira geração tem possibilitado ao pessoal de manutenção o uso de poderosas ferramentas de análise e solução de panes (troubleshooting). Hoje em dia, os aviões se comunicam, por meio de computadores, não só com os pilotos, mas também com os técnicos de manutenção, avisando quais os sistemas com falhas e, literalmente, informando que tarefa do manual de manutenção deve ser executada. O trabalho dos gestores do pessoal de manutenção para promover segurança de voo vem sendo focado na conscientização para o uso correto dos manuais e procedimentos publicados. Tenta-se mostrar que é preciso seguir o que está escrito e não a própria intuição, da mesma forma que os pilotos são treinados a seguir os instrumentos e não suas sensações, quando em voo por instrumentos, sob visibilidade zero.
O treinamento dos técnicos de manutenção se centra não apenas nos sistemas das aeronaves, mas também nos processos de consulta e interpretação das publicações técnicas, como o Manual de Manutenção, o Catálogo de Peças, o Diagrama de Sistemas Elétricos e outros; porque, atualmente, os fabricantes disponibilizam os manuais integrados eletronicamente entre si e também com as mensagens geradas pela própria aeronave; como citamos acima, os aviões praticamente ‘falam’ com os técnicos.
Outro fator importante na gestão da manutenção é o preparo e conscientização dos inspetores e supervisores, que devem, além de constantemente incentivar o uso dos manuais adequados, acompanhar a execução das tarefas, verificando se os técnicos estão usando corretamente as ferramentas recomendadas e os procedimentos publicados.
A análise de acidentes e incidentes causados por erros de manutenção mostra claramente que, em algum ponto do processo, deixou-se de cumprir corretamente um procedimento escrito ou alguma prática considerada padrão mínimo de segurança de manutenção – as chamadas “melhores práticas” (best practices) –, por não terem sido usados os manuais, componentes ou ferramentas adequadas.
Podemos afirmar que hoje se tornou mais fácil fazer a manutenção de forma eficaz e segura graças às ferramentas disponíveis, mas, para atingir o objetivo de alta qualidade, aliada a segurança e baixos custos, é essencial a disciplina na obediência aos processos publicados.
Proporcione um voo seguro, leia o manual.
Fonte: Revista TAM Flight Safety, por Eng Sérgio Novato

Um comentário:

sergio disse...

Tenha 514 canais em sua casa www.tvdigitalnopc.com.br